Página da Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária

Bem-Vindo à Fepagro!

22 de Maio de 2019, 02:12

Página da Agricultura
Publicação 29.12.2011 às 17:12

Unidade de Veranópolis sofre com a estiagem

Irrigação é alternativa para a estiagem Irrigação é alternativa para a estiagem - Foto: Divulgação

Pesquisadores da Fepagro Serra, centro de pesquisa de Veranópolis, relatam os efeitos da estiagem que assola o Rio Grande do Sul. Segundo eles, a deficiência hídrica traz prejuízos para os diversos setores da agricultura.

Na fruticultura, a falta de chuvas regulares provoca redução no tamanho e queda de frutos. Nas culturas anuais, a deficiência hídrica afeta praticamente todos os aspectos relacionados ao desenvolvimento das plantas, com redução da área foliar e da atividade fotossintética. Segundo o diretor do centro, José Paulo Guadagnin, as culturas anuais têm apresentado menor desenvolvimento, o que já compromete o rendimento.

O volume de precipitação pluvial acumulado nos meses de setembro, outubro e novembro foi inferior às normais climatológicas no município (desvios negativos de 135 mm no trimestre), o que comprometeu o armazenamento de água no solo. As chuvas ocorridas foram espacialmente localizadas, de pouca intensidade e insuficientes para reverter a situação de estiagem.

Em dezembro, a precipitação pluvial acumulada foi de apenas 26 mm, considerando as informações meteorológicas ocorridas até o dia 25. Cabe salientar que a normal climatológica é de 149 mm para este mês em Veranópolis. De acordo com Guadagnin, para minimizar as perdas, as áreas experimentais de culturas anuais estão sendo irrigadas.

Previsão gerada no CemetRS

A previsão meteorológica gerada pela equipe do Centro Estadual de Meteorologia (CemetRS), pertencente à Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro),  para semana de 30/12/2011 a 05/01/2012 indica que as condições meteorológicas não sofrerão alterações em relação às temperaturas do ar e à precipitação no Estado.

Em praticamente todas as regiões a precipitação pluvial ocorrerá de forma isolada e os volumes permanecerão baixos. Entre as regiões centro e o noroeste, a propagação de uma área de instabilidade pode provocar chuva mais significativa, com volumes entre 65 e 80 mm acumulados. Os volumes de chuva que poderão ser acumulados em algumas áreas podem contribuir para diminuição dos efeitos mais imediatos da estiagem.

Jornalista Gislaine Freitas (RMTb 6637)
Divisão de Comunicação Social

 

Link desta página

Fepagro - Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária
Rua Gonçalves Dias, 570, Bairro Menino Deus, Porto Alegre/RS
Fone: (51) 3288-8000 Fax: (51) 3233-7607
E-mail: fepagro@fepagro.rs.gov.br

Siga-nos

  • RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Issuu
  • Balanço Social
  • Revista PAG
  • Publicações Fepagro
  • CEMETRS
  • IPVDF
  • Newsletter
  • Dissemina
  • Correção do solo
  • Guia de Arrecadação
  • Ofertas Públicas - 1
  • Ofertas Públicas - 2
  • Transparência RS
  • Central
  • Transparência Administrativa
  • Portal dos Convênios

Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária

Desenvolvido pela Procergs | Termos de uso